7 lições de vida que você pode aprender com a traição

download

Ninguém precisa dizer que a traição é péssima. É uma dor penetrante formada por tristeza, raiva e confusão. Isso rouba sua capacidade de confiar, tanto em você quanto nos outros. Isso coloca tudo em questão e não fornece respostas fáceis.

Não há como refutar o fato de que a traição é horrível. Somente os sádicos escolheriam ir para lá e a maioria dos que tropeçam em seu caminho não quer nada além de se libertar de suas garras.

Mas vire essa traição, veja o que está por baixo

Existem algumas vantagens na traição.

No começo, esses ativos estão ocultos por trás da dor avassaladora. Mas eles ainda estão lá, apenas esperando para serem encontrados enquanto a lama e a sujeira da traição são lavadas pelo tempo e pelas lágrimas. Algumas dessas bênçãos são mais facilmente colhidas do que outras. Veja o que você pode encontrar sob o seu sofrimento.
Não há como refutar o fato de que a traição é horrível. Somente os sádicos escolheriam ir para lá e a maioria dos que tropeçam em seu caminho não quer nada além de se libertar de suas garras.

1 Empatia

Quando nós mesmos não sentimos dor, pode ser difícil simpatizar com aqueles que estão ao seu alcance. Traição é dor persistente, não é facilmente esquecida. Como resultado, você pode achar que é mais compreensivo e gentil com os que estão sofrendo ao seu redor. Você pode usar essa habilidade como um presente – ajude aqueles que sofrem e sua dor diminui.

2 Autoconfiança

Antes da traição, você provavelmente viu você e seu parceiro como uma equipe e olhou para ele para cuidar de certas coisas. Não há nada de errado com uma abordagem de equipe, mas um longo relacionamento pode deslizar para uma dependência excessiva. Quando você é traído, sua confiança nos outros é destruída, então você se volta para si mesmo. Você pode se surpreender com o que é capaz quando o “eu não posso” é substituído pelo “eu tenho”.

3 Responsabilidade

Isso combina com autoconfiança. Quando você foi traído, o primeiro instinto é atacar seu parceiro, colocando toda a culpa a seus pés. Se você for honesto consigo mesmo, depois que a raiva inicial for sangrar, você também brilhará a luz interiormente. Não para culpar, mas para entender e assumir a responsabilidade. Você percebe que nunca pode controlar as ações de outras pessoas, mas que sempre pode controlar sua resposta. Você aprende que, em última análise, é responsável por sua própria felicidade e bem-estar. Pode parecer um grande fardo a princípio. Mas então você percebe a liberdade. Você sempre tem uma escolha.

4 Clareza

Se o seu parceiro recorreu ao “gaslighting” – narração de histórias projetada para fazer você se sentir louco por sinais questionadores – a realização da traição pode quase ser um alívio. O sentimento de “desligado” ou a constante dúvida de si mesmo terminam quando a verdade é finalmente revelada. Mesmo com iluminação a gás, há uma lucidez a ser encontrada. Muitas vezes, os traídos não conseguem ver a verdade, voltando-se para alguns fatos e se afastando de outros. A revelação da traição é como colocar a última peça em um quebra-cabeça; a imagem maior é revelada.

5 Conexão

Alguns acham que a traição finalmente fortalece seu casamento, a dor levando a uma comunicação mais aberta e honesta. A traição causa um golpe fatal em outros relacionamentos, um ou ambos os parceiros não querem ou não conseguem resolver os problemas subjacentes. Independentemente dos detalhes, os traídos geralmente formam conexões mais profundas e significativas com alguém em suas vidas. O tempo após a traição é caracterizado por uma perda de confiança, mas também por um aumento na vulnerabilidade. Se alguém pode ganhar ou manter sua confiança (um amigo, um membro da família ou até mesmo seu parceiro), você não fica sobrecarregado com muitas das defesas que mantêm as pessoas à distância. Essas conexões formadas não têm preço e podem ajudá-lo a aprender a confiar novamente.

6 Confiança

Este é um daqueles presentes profundamente escondidos. A princípio, sua confiança provavelmente sofrerá um grande golpe. Você se pergunta o que é tão feio ou deficiente em você que seu parceiro escolheu outro. Você se questiona sem parar, repreendendo-se por ser um tolo confiante. Pare esse diálogo insultuoso por um momento. Pense em seus pontos fortes. Suas aptidões. Pense em como você é um sobrevivente e você está conseguindo. Pense e acredite. Você consegue fazer isso. Você pode avançar. Você pode confiar novamente. Você pode amar de novo. Pense e acredite.

7 Aceitação

Esta é a última vantagem. Você não pode mudar o passado. Você não pode mudar seu parceiro. Você pode cessar a luta sem vitória de tentar fazer as coisas não como elas são. Esse é o seu ponto de partida. E aonde isso leva depende de você.